Como perdoar - Coleção "COMO"

R$19,85
Em estoque
SKU 2495

Autora: Ana Paula Gomes Bastos
Acabamento: Brochura
Número de Páginas: 128
Editora: Shalom
Edição: 1
Ano: 2018

Como perdoar? A cura interior pelo perdão

Como perdoar oferece um itinerário útil e eficaz, para através da vivência do perdão alcançar a cura na sua história de vida, cura interior.

Tem objetivo de tornar o leitor protagonista de sua própria história capaz de solucionar à luz do conhecimento e da graça de Deus seus próprios desafios, ajudando a perdoar alguém que te feriu, que te fez mal.

“Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido; digamo-lo com um coração sincero e façamos o que dizemos. É um compromisso que fazemos com Deus, um pacto e um agrado. O Senhor teu Deus te diz: Perdoa e eu perdoo. Não perdoaste? Tu te voltas contra ti mesmo, não eu”. S.56,9,13

Perdoar é fácil?

Viver o perdão não é fácil, pois constantemente somos tentados a nunca darmos “o braço a torcer”.

Quase como se vivêssemos sob um instinto de autopreservação tão exasperado, que nos induz a nunca ceder, jamais nos deixar ser humilhados e, sob nenhuma hipótese, perder seja o que for, para quem for.

Não desejamos deixar a condição de credores e, por isso, tantas vezes insistimos em reter o perdão.

Esquecemos com facilidade do perdão recebido e nos atemos somente a cobrar as dívidas que os outros têm para conosco.

O efeito de tal conduta é exatamente o oposto ao desejado: cada vez que o homem recusa-se a perdoar, vai impondo sobre si os jugos da discórdia, do desamor e da falta de unidade, e, assim, não pode mais levar uma vida pacificada.

O que é reconciliação?

A reconciliação é, portanto, uma necessidade humana tão latente quanto o pão cotidiano (material e espiritual), a perseverança diante das tentações e a libertação do Mal. Deus é infinitamente mais misericordioso e generoso do que nós, todavia temos uma responsabilidade de imitá-lo.

O perdão é graça. Deus certamente está disposto a nos concedê-la. E você?

Esse livro faz parte de uma coleção de livros que propõe ser, de forma dinâmica didática e atual, uma resposta para o homem católico que busca contéudo formativo consistente e acessível.

Veja ainda:

Você encontra este livro da Comunidade Shalom e outros produtos católicos, nas lojas físicas da <livraria shalom> e nas principais lojas e livrarias católicas.

Mais Informações
Trecho do livro

Viver reconciliados não é fácil, pois constantemente somos tentados a nunca darmos “o braço a torcer”, quase como se vivêssemos sob um instinto de autopreservação tão exasperado, que nos induz a nunca ceder, jamais nos deixar ser humilhados e, sob nenhuma hipótese, perder seja o que for, para quem for. Não desejamos deixar a condição de credores e, por isso, tantas vezes insistimos em reter o perdão. Esquecemos com facilidade do perdão recebido e nos atemos somente a cobrar as dívidas que os outros têm para conosco. O efeito de tal conduta é exatamente o oposto ao desejado: cada vez que o homem recusa-se a perdoar, vai impondo sobre si os jugos da discórdia, do desamor e da falta de unidade, e, assim, não pode mais levar uma vida pacificada. A reconciliação é, portanto, uma necessidade humana tão latente quanto o pão cotidiano (material e espiritual), a perseverança diante das tentações e a libertação do Mal. Deus é infinitamente mais misericordioso e generoso do que nós, todavia temos uma responsabilidade de imitá-lo. O perdão é graça. Deus certamente está disposto a nos concedê-la. E você?

Escreva Seu Comentário
Sua avaliação
Estes produtos também podem te interessar